domingo, julho 10, 2005

biblioteca das raparigas

Biblioteca das Raparigas foi uma coleção juvenil da editora Portugália nos anos 60, com capas do Câmara Leme e que eu 'descobri' para título do meu site specific, na exposição Toxic.
biblio05
biblio08
As fotografias são do Guillaume Pazat e o video documental da Sandra Rocha.
biblio022
Lindas!
biblio019
biblio02
Para verem como é que ficou o contentor desenhado a giz, o melhor é passarem por lá...
Fundição de Oeiras, hangar K7

5 comentários:

wiSHEs&HEros disse...

Mereçe de certeza uma visita!

alice disse...

sim, o sítio é fantástico para quem aprecia paisagem industrial decadente. A exposição está até Outubro.

amnésia disse...

Tenho que ir lá no próximo fim de semana sem falta, estou cheio de vontade de ver o espaço e a exposição.
Estas fotografias estão um espanto!

amnésia disse...

Já passei por lá e gostei mesmo muito do que vi, o espaço é fantástico, a exposição uma maravilha e o teu contentor também!

Manuela Bacelar disse...

Olá Alice. Vim até aqui fazer-te uma vizita. A exp. deve ser muito bonita. E o contrste entre a decadencia (que sempre me apaixonou, uma certa decadência que tem a ver com um certo esboroar-se...)e a limpeza da obra deve ser muito bonito.

Ainda sobre a decadência:
Um, em Praga, dia disse a um amigo que não via há muito que estava muito decadente. Então ele respondeu muito pensativo "não estou decadente. Estou cadente."
Não é dessa decadência que falo é mais uma decadência Viscontiniana.