terça-feira, setembro 13, 2005

Sabia que,

turner
os céus extraordinários de Turner são afinal registos de ocasos e céus delirantes, ocasionados por uma fortíssima explosão vulcânica em 1815 da montanha Tambora na ilha de Sumbawa, na Indonésia. Morreram cem mil pessoas na explosão e nos tsunamis que lhe seguiram. Cinzas, poeiras e detritos vulcânicos espalharam-se na atmosfera, tapando os raios solares e causando um arrefecimento na Terra. Os ocasos passaram a ser excepcionalmente coloridos. 1816 foi um ano sem Verão, sem colheitas. Morreram milhares de pessoas à fome em todo o planeta.
No domingo o céu estava assim:
viseu
entre Viseu e Coimbra, que me fez lembrar a história dos céus de Turner e o fascinante livro, Breve História de Quase Tudo, de Bill Bryson que recomendo para não se gaguejar com as célebres questões pintadas por Gaugin: quem somos? de onde vimos? para onde vamos?

4 comentários:

andré lemos disse...

Os céus do Turner...Não há coisa mais poderosa...vistos ao vivo até arrepia. Estes acidentes meteorológico-geológicos como causadores de tamanha fúria visual são como um apelido para o Mestre Turner.Quanto ao livro, deve ser bastante divertido.

brunobd disse...

Depois de ler vários livros de divulgação científica estes começam a parecer quase todos iguais. O grande mérito de Bill Bryson é precisamente contrariar essa ideia. O leitor deixa-se levar pelas deliciosas histórias e principalmente pela maneira como são contadas. O livro ideal para quem nunca gostou de ciência mas quer tentar mais uma vez...

alice disse...

Este foi o primeiro que li do género e confirmei que nada sei sobre ciência. Fiquei fascinada!

Arauxo disse...

Olha, também li.