quarta-feira, fevereiro 15, 2006

a ler

Não passo de uma romântica, disfarçada de punk, bem entendido, mas ainda assim uma porcaria de uma romântica. Digo que não há futuro mas imagino que uma quantidade de coisas espantosas podem acontecer. Coisas como por exemplo voltar a ser imortal ou andar de vestido azul claro.
Sarah, já que me roubas as imagens, agora sou eu que te roubo as palavras. Imperdível na espuma dos dias.

5 comentários:

margarete disse...

agora deu-me vontade de rir, seleccionámos o mm excerto para indicar caminho para o belíssimo texto da SA...


Alice, tenho a confessar que também roubei o teu "Maomé"

alice disse...

ehehehe!margarete! identificámo-nos com este excerto. a Sarah tirou-me as palavras da boca...tenho imenso inveja dos escritores que podem desenhar tudo com as letras! vou ver o 'meu' maomé que se fartou de viajar! ;O)

sa disse...

alice, margarete,
começo a gostar mesmo muito das possibilidades plásticas dos textos. depois de uma experiência já há uns aninhos com a alice, passei por outra há pouco tempo com o antónio júlio duarte (sobre a qual produzi um post no blog) e preparo-me para prosseguir alegremente este caminho com o novo projecto que poderá ser visto na kameraphoto daqui a muito pouco tempo... mantenham-se atentas. :)

alice disse...

estou curiosa, Jenny Holzer!

sa disse...

é caso para estares MESMO :) stay tuned baby!