domingo, junho 25, 2006

Vaginas, Vulvas e mentiras

vagina

A história da sexualidade feminina foi um logro construído à imagem e semelhança do desejo masculino. O séc XIX e XX foi bastante eficaz na manipulação e na construção de clichés sobre a mulher e a sua sexualidade transformados em verdades e certezas. Desde a ciência até ao cinema.
A jornalista Isabel Freire é mais uma mulher que tenta estudar a nossa sexualidade através de depoimentos de mulheres. Como no Relatório Hite, o livro que mais me ensinou sobre mim - aos 15 anos - e sobre as mulheres. O questionário é longo, o melhor é copiá-lo para o word e ir preenchendo. No blogue está tudo explicado, qual é o objectivo do estudo e para que serve. Diferente de Wanda que tem outras finalidades. Não deixa de ser curioso a simultaneidade de 2 blogues dedicados à sexualidade, desejos e fantasias e a edição em português da História da V, de Catherine Blackledge, tema de capa do Mil Folhas de sábado.
Afinal temos próstata e ejaculamos. Só que raramente.

2 comentários:

LA disse...

a propósito vê: http://colectivofeminista.blogspot.com/2006/06/disfuno-estatstica.html

Isabel Freire disse...

Obrigada pela referência, Alice.
Um abraço
IF