quinta-feira, janeiro 11, 2007

Portugal, país de brandos costumes III

aborto10web

6 comentários:

JM disse...

gostei imenso do teu blog. boas ideias. parabens.

merdinhas disse...

Uma história desses brandos costumes que sempre me impressionou foi a dos "bebés-cinzeiro".
Quem ma contou viveu-a porque é de psicologia.

Pais, padrstos, qualquer coisa...mas tão "fora" que apagam cigarros em crianças pequenas.

O bibliotecário anarquista disse...

Segundo o Expresso de sábado passado 15.000 é o número de crianças referenciadas "em risco" segundo a protecção de menores...
15.000. É muito puto, para um país tão pequeno.
Venho ao teu blogue respirar um bocado, pois tenho andado à cyberpancada noutro blogue com um idiota defensor da actual lei do aborto.
Bjo e bom fim de semana.

intruso disse...

um país de gente "boa",
onde todos somos vizinhos e conhecidos,
onde ninguém se mete na vida de ninguém,
onde as instituições funcionam.
:/

Elsa Serra disse...

é mesmo assim, é por estas e por outras que eu não consigo entender como ainda há pessoas pelo não...parabéns pelas ilustrações!

filomeno2006 disse...

Españoles = ¿Asperos?